Geral 12/02/2020 - 14:35 - Erlene Miranda / Governo do Tocantins

Seciju realiza palestra sobre gravidez na adolescência para alunos de colégio público em Tocantinópolis

O objetivo do evento foi conscientizar sobre a prevenção da gravidez na adolescência. O objetivo do evento foi conscientizar sobre a prevenção da gravidez na adolescência. - Cidadania e Justiça/ Governo do Tocantins

A Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Superintendência de Administração do Sistema de Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente (SASPDCA), realizou na manhã desta quarta-feira,12, uma palestra sobre gravidez na adolescência. O evento ocorreu para alunos do Centro de Ensino Médio Girassol de Tempo Integral Darcy Marinho, em Tocantinópolis.

Cerca de 100 adolescentes participaram do evento, que teve como objetivo principal conscientizar sobre a gravidez na adolescência, levando aos jovens informações sobre ações preventivas para evitar uma gestação indesejada.

Segundo o superintendente do SASPDCA, Gilberto da Costa, ações como esta são primordiais para a garantia dos direitos dos adolescentes. “Palestras como a realizada hoje, são necessárias para esclarecer dúvidas, e informar esses jovens para um assunto que muitas vezes é tratado como um tabu”, explicou.

Palestrante do evento, o psicólogo e servidor da Seciju, Matheus Eije Glória, esclareceu que foi utilizada uma didática apropriada para a faixa etária do público. "A necessidade da temática, por tantas vezes discutida nas escolas, exige que abordemos de forma interativa e na linguagem condizente a idade deles. Em grande parte, a recepção dos jovens é positiva e bastante participativa", concluiu o profissional

Uma das participantes da palestra, a adolescente, Maria Clara Ribeiro da Conceição, 16 anos, não tem histórico de gravidez na precoce em sua família. Porém, a jovem acha importante estar informada sobre o assunto. “A palestra que teve aqui foi bastante necessária, e com certeza ajudou muitos jovens que tinham dúvidas. Acredito que é preciso ter sempre eventos como esse na escola para termos acesso a esse tipo de informações”, relatou.

Compartilhe esta notícia