Geral 09/08/2019 - 16:40 - Erlene Miranda/Governo do Tocantins

145 servidores do Sistema Socioeducativo foram capacitados em cursos de primeiros socorros

Os cursos ocorreram por meio de parceria entre a gerência da Escola e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Os cursos ocorreram por meio de parceria entre a gerência da Escola e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - Divulgação/Seciju
O curso é imprescindível para o bom desenvolvimento das atividades diárias dos servidores O curso é imprescindível para o bom desenvolvimento das atividades diárias dos servidores - Divulgação/Seciju

Para melhorar o desempenho e capacitar os servidores do Sistema Socioeducativo durante atividades profissionais, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) capacitou 145 servidores do Sistema Socioeducativo em cursos de primeiros socorros e suporte básico a vida apenas no primeiro semestre desse ano. A capacitação é uma iniciativa da Escola Superior de Formação e Qualificação Profissional da Superintendência de Administração do Sistema de Proteção dos Direitos da Criança e Adolescente.

Os cursos ocorreram por meio de parceria entre e a gerência da Escola e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e tiveram carga horária de 16 horas/aula e 25 alunos por turma. Nesta terça-feira, 07, a sétima turma do curso concluiu a qualificação, as aulas foram realizadas excepcionalmente na sede do Samu, entre os dias 06 e 07.

Segundo a gerente da Escola Superior de Formação e Qualificação Profissional, Rute Andrade dos Santos, o curso é imprescindível para o bom desenvolvimento das atividades dos servidores. “Esse curso é uma determinação do Sinase, mas, para além dessa normativa, é um curso extremamente prático e necessário para todos os servidos porque contribuirão no cotidiano das unidades, bem como na vida de todos”, informou.

Os próximos cursos que serão disponibilizados pela escola no segundo semestre estão em fase de planejamento e busca de parcerias, porém a Gerência já informou que formações em primeiros socorros serão retomadas no próximo ano.

Segundo o enfermeiro especialista em urgência e emergência, Mauro Antônio Costa Maues, que ministrou os cursos durante o semestre, o conhecimento repassado é necessário não apenas para a área profissional, mas para toda a vivência do indivíduo. “Muitas vezes podemos nos deparar com situações em que a vida de uma pessoa está em risco, pode ser passando pela rua, em qualquer lugar. Assim é importante ter conhecimento sobre primeiros socorros para que o atendimento básico seja iniciado até a equipe especializada chegar, podendo com essa atitude ajudar a salvar vidas“, afirmou.

O enfermeiro também garantiu que os alunos foram muito participativos durante a realização dos cursos. ”Houve interação dos participantes a todo o momento, questionando e relatando experiências vividas, auxiliando para difusão do conhecimento”, disse.

Para o agente de segurança socioeducativo, Jose Ribamar Brasil Nogueira, o curso é necessário para a qualificação de toda pessoa. “Podemos nos deparar com situações inusitadas a qualquer e momento e, saber discernir um procedimento de outro fará toda a diferença no salvamento de uma vida. E vai além do dia a dia como profissional, vai pra vida toda”, garantiu.

Compartilhe esta notícia