Geral 12/08/2019 - 15:12 - Gabriela Santos/ Governo do Tocantins

Cidadania e Justiça executa projeto de inserção de apenados ao trabalho no setor público

Projeto Vital oportuniza vagas de trabalho para apenados em regime aberto. Projeto Vital oportuniza vagas de trabalho para apenados em regime aberto. - Cidadania e Justiça/ Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), através da Gerência de Reintegração Social, Trabalho e Renda ao Preso e Egresso, iniciou a execução do “Projeto Vital: Agentes de Serviços Gerais em Setor Público” que viabiliza a inclusão de apenados que cumprem pena no regime aberto no mercado de trabalho, executando tarefas no funcionalismo público. O projeto também visa combater a reincidência criminal dos apenados.

As etapas de execução estão sendo realizadas no Centro de Formação Profissional, as vagas estão destinadas somente para os apenados que residem em Palmas.  Inicialmente, o projeto oferta 10 vagas de trabalho para contratos de até um ano de trabalho, para os cargos de auxiliar de serviços gerais, podendo exercer a função nas áreas de almoxarifado, limpeza, jardinagem, entre outras áreas de manutenção. 

Fases da seleção

A escolha dos reeducandos do regime aberto para participar do projeto é feita através de três etapas: cadastramento, seleção e classificação, contratação. O cadastro constando os órgãos estaduais que receberão os reeducandos para trabalhar, assim como a inscrição dos reeducandos para o trabalho foi realizado de forma espontânea, bastou procurar a Gerência de Reintegração para participar do projeto.

A seleção dos participantes está sendo feita por meio de atividades planejadas com auxílio de recursos psicológicos e psicossociais, e a classificação será definida de acordo com as áreas já trabalhadas e experiências que os reeducandos já possuíam, além disso será feita uma análise da capacitação funcional e escolarização dos inscritos. 

Após contratação, os apenados selecionados serão capacitados para as funções designadas e terão acompanhamento mensal com grupos e rodas de conversa, além da avaliação de desempenho realizada pelos gestores, chefes imediatos e mediatos acerca da atuação funcional dos contratados.

Reincidência Criminal

Para a psicóloga e agente analista em execução penal, Kathia Nemeth, que foi uma das responsáveis pelos testes psicológicos e psicossociais aplicados para oito apenados inscritos no projeto, na última quinta-feira, 08, o Projeto Vital reforça o trabalho de ressocialização realizado pela Seciju. “A ressocialização desses apenados se dará pela interação produtiva que é transformadora, o trabalho propicia uma nova possibilidade de relações sociais. O projeto possibilita a eles uma nova vivência social saudável. O apenado que possui oportunidade de estudar e trabalhar durante o cumprimento da sua pena tem menos chances de reincidir criminalmente”, explicou.

Segundo o gerente de Reintegração Social, Trabalho e Renda ao Preso e Egresso da Seciju, Leandro Bezerra, o desenvolvimento do projeto além de promover trabalho, também servirá para mostrar para a sociedade como oferecer vagas no mercado de trabalho para os apenados, pois o trabalho é um instrumento de mudança social.

“Este projeto de contratação de Auxiliar de Serviços Gerais em Setor Público, oportunizará a sociedade a obter o conhecimento do quanto pode ser significativo e importante o trabalho do apenado. Ressaltando que à medida que valorizamos iniciativas de empregabilidade deste público, estamos contribuindo com a segurança pública e social por meio do trabalho conjunto de reinserção social”, finalizou.

Compartilhe esta notícia