Geral 15/03/2019 - 13:04 - Marcos Miranda - Governo do Tocantins

Pré-inscrições para o 1º Encontro sobre o cárcere feminino no Tocantins são encerradas

Inscrições ainda podem ser feitas presencialmente no  auditório da OAB Inscrições ainda podem ser feitas presencialmente no auditório da OAB - Divulgação Seciju - Governo do Tocantins

Já estão encerradas as pré-inscrições para o I Encontro sobre o cárcere feminino no Tocantins: conhecer para transformar, que acontecerá no próximo dia 21, às 19h, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Palmas. As 250 vagas pré-estabelecidas para o evento já foram preenchidas, porém, será possível inscrever-se presencialmente no dia do encontro, a partir das 17h30, respeitando a lotação máxima do auditório.

As inscrições presenciais e as confirmações da pré-inscrição serão realizadas a partir das 17h30 mediante entrega de um kit de higiene, composto de absorvente, creme dental e sabonete ou de um rolo de barbante/linha nº 06. A programação do evento será iniciada às 19h com apresentação dos estabelecimentos penais femininos do Tocantins.

Após, será apresentado o projeto que traça o perfil da mulher encarcerada no Tocantins, coordenado pelas professoras mestres Cristiane Dorst Mezzaroba e Sibele Letícia Biazotto, da Faculdade Serra do Carmo (Fasec) e desenvolvido por acadêmicos do curso de Direito, em parceria com a Secretaria de Estado da Cidadanie e Justiça (Seciju).  

“A partir dos dados coletados por meio de entrevista com cada mulher em cárcere no Tocantins, objetiva-se promover, em parceria com as demais instituições responsáveis pela gestão do cárcere no Tocantins, representadas pela Seciju, políticas públicas de transformação social, tanto para as mulheres já encarceradas, quanto políticas de prevenção”, concluiu Cristiane Dorst Mezzaroba, professora do curso de Direito na Fasec e uma das coordenadoras do projeto.

O evento conta ainda com a palestra “A Mulher e o Direito Penal” proferida pela advogada, professora e ativista dos direitos da mulher, Dra. Valdilene Oliveira Martins, vinda do Estado de Sergipe. Com certificação de 4h, o encontro será finalizado com um ciclo de debates, entre diretoras de unidades do Sistema Penitenciário e Prisional do Tocantins, órgãos públicos e sociedade civil.

 

Compartilhe esta notícia