Geral 15/03/2019 - 09:27 - Hellen Nunes e Marcos Miranda – Governo do Tocantins

Governo orienta nomeados no concurso do Sistema Penitenciário para a posse

Os documentos exigidos para a posse, assim como outras dúvidas, podem ser verificados no  site da Secad Os documentos exigidos para a posse, assim como outras dúvidas, podem ser verificados no site da Secad - Divulgação Seciju - Governo do Tocantins

Os 202 candidatos aprovados no Concurso Público para os cargos do Quadro da Defesa Social e Segurança Penitenciária que foram nomeados no Diário Oficial n° 5.315, devem ficar atentos aos procedimentos para a posse, que terá início em 18 de março.

O candidato tem o prazo de 30 dias ininterruptos para tomar posse, contados a partir desta data, podendo esse prazo ser prorrogado por igual período, de ofício ou mediante requerimento escrito do interessado.

Como primeiro passo, o candidato deve se dirigir à Junta Médica Oficial do Estado, munido dos exames médicos exigidos a fim de realizar o exame médico-pericial.

Somente após a realização deste e munido de Laudo Médico (original) emitido pela Junta Médica Oficial do Estado atestando se o candidato está apto física e mentalmente para o exercício do cargo e também com o Comprovante de Coletas de Informações Previdenciárias, emitido pelo Instituto de Gestão Previdenciária – IGEPREV, que o candidato poderá comparecer à Secad.

A partir da data da posse, o candidato tem 15 dias para o início do exercício em cargo público.

Exames

O exame médico-pericial é preliminar ao ato da posse, devendo o candidato apresentar os exames originais destacados nos Procedimentos Admissionais.

Vale lembrar que deverão ser apresentados os exames, com validade de 90 dias. Além disso, a Junta Médica poderá requisitar outros exames complementares, caso entenda que sejam necessários.

Documentos

Os documentos exigidos para a posse, assim como outras dúvidas, podem ser verificados no site da Secad. A gerente de Recursos Humanos da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), Jacyara Alves da Cunha Ribeiro, explica que será necessário apresentar duas cópias dos documentos, uma para posse na Secad e outra para composição de dossiê junto à Seciju. Ela ressalta também que é indispensável que o nomeado tenha conta bancária do tipo conta corrente no Banco do Brasil. “Importante lembrar que a conta para pagamento não pode ser conjunta e que todos os documentos para a montagem do dossiê são imprescindíveis”, finaliza.

 

 

Compartilhe esta notícia