Geral 15/03/2019 - 17:37 - Willian Borges – Governo do Tocantins

Durante o “mês da mulher” unidade prisional feminina faz evento para homenagear as reeducandas

Reeducandas no evento Reeducandas no evento - Divulgação Seciju

Willian Borges – Governo do Tocantins

Dando continuidade as homenagens as mulheres, que no Sistema Penitenciário e Prisional Tocantinense (Sispen-TO), não se restringe somente ao dia 8, mas em todo o mês de março, a direção da Unidade Prisional Feminina de Pedro Afonso (UPF - Pedro Afonso) juntamente com a equipe de Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Estadual Ana Amorim promoveram um evento na manhã da última quinta-feira, 14, para homenagear todas as mulheres que cumprem pena na unidade.

A comemoração contou com momento religioso, realizado por iniciativa das próprias reeducandas que solicitaram um olhar especial de Deus para todas as mulheres, logo depois houve uma palestra sobre a saúde da mulher ministrada por profissionais de saúde do município e para encerrar foi servido um lanche e feita a entrega de pequenas lembranças às reeducandas.

Renata Bezerra, diretora da UPF - Pedro Afonso, falou sobre a importância desse tipo de evento para a pessoa presa. “A mulher presa perde alguns direitos, mas não deixa de ser mulher, não deixa de ser uma pessoa e por isso devemos valorizá-las e levantar a autoestima delas, pois isso influencia diretamente na ressocialização e reinserção social”, declarou.

UPF - Pedro Afonso

A Unidade Prisional Feminina de Pedro Afonso tem sob custódia 20 mulheres, sendo nove presas provisórias e 11 presas condenadas. O projetos de ressocialização são a remissão por leitura, o plantio de hortaliças, a jardinagem e o artesanato. A unidade oferece ainda estudos de nível fundamental e médio as reeducandas.

Compartilhe esta notícia