Geral 08/02/2019 - 13:46 - Marcos Miranda – Governo do Tocantins

Curso de Formação do Sistema Socioeducativo oferta aulas de direção tática para futuros servidores

Aulas de direção tática no kartódramo de Palmas-TO Aulas de direção tática no kartódramo de Palmas-TO - Divulgação Seciju – Governo do Tocantins
Futuros servidores do sistema socioeducativo têm aula de direção tática. Futuros servidores do sistema socioeducativo têm aula de direção tática. - Marcos Miranda

Para garantir a segurança de socioeducandos e servidores nos deslocamentos terrestres, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Superintendência de Administração do Sistema de Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente está ofertando um curso de direção tática aos alunos que pleiteiam as vagas de Assistente Socioeducador, na condição de motorista, do Sistema Socioeducativo. A capacitação iniciada nesta quinta-feira, 07, segue até o sábado, 09, e apresenta teoria e prática para direção nas modalidades defensiva, evasiva e ofensiva.

Após as aulas teóricas, foram iniciadas as aulas práticas na manhã desta sexta-feira, 08, no Kartódromo Rubens Barrichello, em Palmas. A aula segue até as 18h de hoje, com foco na direção defensiva e ofensiva, com a orientação técnica e logística de uma equipe da Polícia Militar (PM-TO). As aulas práticas serão encerradas amanhã, 09, com foco na direção evasiva, no estacionamento do estádio Nilton Santos.

O Sargento Kássio Maciel dos Santos, responsável pela equipe que está orientando as aulas de direção, explica que estas aulas são muito importantes, pois as três técnicas ensinadas vão em algum momento serem utilizadas pelo profissional da área da segurança. “A lei 9.503 de 97 em seu artigo 29, itens 6 e 7, nos orienta como devemos nos portar no trânsito em defesa da vida, e a PM-TO está sempre à disposição para instruir e ser multiplicadora destes conhecimentos”. Ele exaltou também o interesse dos alunos, “sempre atentos e interagindo conosco”, explicou o Sargento.

“Estamos aprendendo e notando o quanto tínhamos vícios que cometíamos no nosso cotidiano”, percebeu o aluno que concorre ao cargo de assistente socioeducativo como motorista, Antônio Justino. “As aulas têm sido muito didáticas, com certeza iremos proporcionar maior segurança aos adolescentes”, ressalta o aluno.

De acordo com o servidor Rodrigo Freitas, o foco do Núcleo Gestor Estadual da Escola Nacional de Socioeducação é ofertar um curso de qualidade aos futuros servidores. “A equipe da escola de formação, apesar de pequena está bastante alinhada, tudo isso para formar profissionais que compreendam que o adolescente em cumprimento de medida socioeducativa precisa ter sua segurança resguardada e merece uma prestação de serviços de qualidade, assim como preceituam o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase)”.

Compartilhe esta notícia