Geral 20/12/2019 - 14:24 - Shara Rezende/ Governo do Tocantins

Reeducandos trabalham na roçagem de terreno da Escola Agrícola de Arapoema

Cinco reeducandos trabalham na roçagem Cinco reeducandos trabalham na roçagem - Cidadania e Justiça/ Governo do Tocantins

Reeducandos da Cadeia Pública de Arapoema realizaram trabalho de roçagem do terreno da Escola Agrícola do município que será reativada brevemente. A ação faz parte da política de promoção de trabalho para a pessoa privada de liberdade com apoio do Poder Judiciário e Conselho da Comunidade. Cinco internos participaram da roçagem que iniciou na última segunda-feira, 16, e finalizou nesta sexta-feira, 20.

“Trabalhar estando preso é uma oportunidade muito valiosa para nós, queremos agradecer as autoridades que permitiram isso, pois trabalhando estamos ocupando nosso tempo, estamos tendo experiência e ajudando a comunidade. Queremos pagar nossa pena e voltar para a sociedade como pessoas trabalhadoras”, enfatizou o reeducando A.P.M, 25 anos.

O diretor da Cadeia de Arapoema, Adalberto Santana, falou que é a primeira vez que os reeducados dedicam sua força de trabalho a melhoria dos espaços públicos do município. “Esse foi o projeto piloto do que queremos desenvolver em 2020, nosso intuito é promover trabalho para que o reeducandos ocupem seu tempo, mente, contribuam com a sociedade e tenham remição de pena”.

O diretor falou ainda que a seleção dos reeducandos para trabalhar foi feita baseada em várias etapas de avaliação, entre os critérios estão o bom comportamento dentro da unidade prisional, tudo isso para verificar se o reeducando está apto a desenvolver trabalho externo com escolta.

Compartilhe esta notícia