Geral 06/11/2019 - 17:41 - Vitória Soares /Governo do Tocantins

Mais de 450 vagas serão ofertadas para capacitação de reeducandos e egressos no primeiro semestre de 2020

As capacitações serão oferecidas através de diferentes programas As capacitações serão oferecidas através de diferentes programas - Cidadania e Justiça/ Governo do Tocantins
450 vagas serão disponibilizadas para cursos de capacitação no primeiro semestre de 2020. 450 vagas serão disponibilizadas para cursos de capacitação no primeiro semestre de 2020. - Cidadania e Justiça/ Governo do Tocantins

A qualificação profissional abre portas para a entrada no mercado de trabalho com maior facilidade, proporcionando novas oportunidades. Pensando nisso, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), ofertará cursos profissionalizantes em diversas áreas no ano de 2020 a reeducandos e egressos dos Sistemas Penitenciário e Prisional e seus familiares. A previsão é que mais de 450 vagas sejam abertas no primeiro semestre do próximo ano.

As capacitações serão oferecidas através de diferentes programas, sendo 240 vagas por meio Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), 240 pelo Programa de Capacitação e Implementação de Oficinas Permanentes (Procap) e 10 pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Os cursos a serem ofertados contemplam diferentes setores, como os de construção civil, empreendedorismo, artesanato e beleza.

O gerente de Reintegração Social, Trabalho e Renda ao Preso e Egresso da Seciju, Leandro Bezerra, ressalta que as novas capacitações tem intuito de garantir o cumprimento da pena de forma adequada, visando a ressocialização da pessoa privada de liberdade. “Nosso objetivo é contribuir com o processo de cumprimento da pena de maneira significativa, para que a pessoa consiga ter uma vida fora da criminalidade, promovendo a reintegração social com êxito, já a oferta para os familiares visa impedir a entrada dos mesmos na criminalidade, através da promoção de oportunidades”, afirma.

 

Distribuição

Com intuito de contemplar maior número de reeducandos, as capacitações serão ofertadas em 11 unidades prisionais do Tocantins. Além disso, quatro cursos serão desenvolvidos no Centro de Formação e Produção do Trabalho Prisional e Núcleo de Apoio ao Egresso, em Palmas, para egressos, cumpridores de penas alternativas, monitorados e familiares de pessoas privadas de liberdade.

Leandro explica como foi a distribuição dos cursos para os estabelecimentos penais. “Os próprios diretores escolheram os cursos que irão oferecer, conforme a demanda de cada local e interesse dos reeducandos, pois o intuito, é que todas as vagas sejam preenchidas”, explica.

Cursos

As 240 vagas ofertadas por meio do Pronatec serão disponibilizadas em 11 unidades prisionais e no Centro de Formação e Produção do Trabalho Prisional e Núcleo de Apoio ao Egresso, serão divididas entre os cursos de: Eletricista Instalador de Baixa Tensão, Pedreiro de Alvenaria, Pintor de Obras Imobiliárias, Recepcionista, Microempreendedor Individual, Artesão de Bordado a Mão, Barbeiro, Assistente de Costura, Serralheiro de Materiais Ferrosos e Artesão de Biojoias.

Já as 240 vagas pelo Procrap serão ofertadas através do curso Fabricação de Blocos e Artefatos de Concreto em quatro unidades prisionais, com 60 vagas em cada turma. As demais vagas de capacitação serão disponibilizadas de acordo com a oferta do Senac.

Compartilhe esta notícia