Geral 26/11/2019 - 11:28 - Vitória Soares - Governo do Tocantins

II Seminário Acadêmico sobre o Sistema Carcerário debaterá a saúde mental de pessoas privadas de liberdade

O evento será realizado nesta quarta-feira, 27, no auditório da Defensoria Pública O evento será realizado nesta quarta-feira, 27, no auditório da Defensoria Pública - Cidadania e Justiça/Governo do Tocantins

Com intuito de promover o debate sobre as principais demandas relacionadas ao Sistema Penitenciário e Prisional do Tocantins e fomentar ações voltadas à saúde mental da pessoa privada de liberdade, acontece na quarta-feira, 27, às 19h, o II Seminário Acadêmico sobre o Sistema Carcerário no Estado do Tocantins. O evento, realizado pelo Conselho Penitenciário do Tocantins, conta com apoio do Governo do Tocantins, através da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), e da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE – TO).

O seminário será realizado no auditório da DPE, em Palmas, e a programação, será voltada à promoção do debate acadêmico nas áreas do direito, sociologia, psicologia, serviço social, medicina, administração pública, com objetivo de enxergar os diferentes aspectos do sistema carcerário do Tocantins. Durante o evento, serão ministradas duas palestras, direcionadas a situação de pessoas submetidas à medida de segurança e a importância dos cuidados com a saúde mental do apenado.

O secretário executivo da Seciju, Geraldo Divino Cabral, ressalta que ações que envolvem o sistema carcerário são essenciais para a evolução do trabalho já desenvolvido pela pasta. “O seminário tem total apoio da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça, pois todo evento que envolve o sistema penitenciário é uma oportunidade que temos de discutir, verificar onde estão as falhas e melhorar”, enfatizou.

Saúde mental do apenado

A temática central do evento é voltada a saúde mental das pessoas privadas de liberdade, com objetivo de colocar em foco a importância do assunto para a comunidade em geral. “A sociedade precisa saber que o problema da saúde mental do apenado é grave, pois repercute em sua volta ao nosso convívio de forma decisiva, assim como o Estado deve assumir a responsabilidade de termos instituições adequadas para internação e tratamento ambulatorial dessas pessoas”, explicou a presidente do Conselho Penitenciário, Sibele Letícia Biazotto.

Em relação à temática do seminário, o secretário executivo da Seciju destaca que a Seciju busca contribuir e promover a saúde do apenado. “O tema é bastante oportuno, para a preocupação com o bem-estar do preso como um todo, não sendo diferente com a saúde. Toda equipe de saúde do sistema prisional tem procurado acompanhar os apenados, para que seja possível garantir as condições de dignidade com a pessoa privada de liberdade”, enfatizou o secretário executivo, Geraldo Divino Cabral.

Inscritos

As inscrições para o seminário já foram esgotadas e 150 pessoas participarão do evento. Os inscritos podem contribuir com a doação facultativa de um rolo de linha nº 6, no momento do credenciamento. As doações serão direcionadas às unidades prisionais femininas de Palmas e Lajeado, destinadas à confecção de artesanatos. 

Compartilhe esta notícia