Geral 01/11/2019 - 18:17 - Vitória Soares – Governo do Tocantins

Reeducandas de Pedro Afonso produzem artesanatos feitos com materiais recicláveis

Reeducandas apresentaram objetos produzidos pelo Projeto Primavera Reeducandas apresentaram objetos produzidos pelo Projeto Primavera - Seciju/Governo do Tocantins
Produtos foram feitos com materiais descartados Produtos foram feitos com materiais descartados - Seciju/Governo do Tocantins

Incentivar boas práticas e fomentar o desenvolvimento de hábitos sustentáveis pelas reeducandas da Unidade Prisional Feminina (UPF) de Pedro Afonso são alguns dos objetivos do Projeto Primavera que reutiliza materiais descartados para a produção de novos objetos. A iniciativa é dos servidores da UPF de Pedro Afonso em parceria com os profissionais que atuam na Educação de Jovens e Adultos (EJA) e já está gerando vários produtos artesanais que foram expostos nesta quarta-feira, 30, durante evento na unidade.

Participaram do projeto 17 reeducandas que durante 15 dias produziram objetos utilizando garrafas pets, tubos de papel higiênico, papelão, palitos de picolé, além de materiais para confecção de peças de crochê e outros. Entre os produtos desenvolvidos, estão porta-retratos, porta-treco, roupas, bonecos e bolsas que foram expostos na própria unidade em um evento que contou com a participação de membros da Defensoria Pública, do Conselho da Comunidade e da Diretoria Regional de Ensino. Ainda durante o evento, as reeducandas realizaram desfile com os produtos e falaram sobre a experiência de participar do projeto.

A diretora da unidade, Renata Bezerra, explica que a ação é realizada todos os anos com intuito de incentivar o cuidado com o meio ambiente. “Nós realizamos esse projeto durante a primavera, com objetivo de conscientizar as reeducandas sobre o reaproveitamento dos produtos descartados, visando não prejudicar o meio ambiente. Além disso, isso auxilia no processo de ressocialização e todas ganham remição da pena”, ressalta.

Para a reeducanda, L. A. G, a ação ensinou a reutilizar materiais descartáveis e dar novas função a eles. “Agora nós podemos reaproveitar as coisas, ao invés de jogar fora podemos fazer artesanatos bonitos,” disse.

Compartilhe esta notícia