Geral 16/04/2018 - 11:36 - Lauane dos Santos/Governo do Tocantins

Curso de Inteligência Penitenciária capacita profissionais da área de segurança do Tocantins

30 servidores de diversos órgãos ligados a segurança participam do curso realizado ao longo da semana 30 servidores de diversos órgãos ligados a segurança participam do curso realizado ao longo da semana - Tamires Rodrigues – Governo do Tocantins

Com o objetivo de apresentar ações específicas da área de inteligência prisional, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), está capacitando 30 profissionais relacionados à área, sendo 19 do Sistema Penitenciário, com o Curso Básico de Inteligência Penitenciária (CBIPENO). A capacitação, promovida pela Superintendência do Sistema Penitenciário (Sispen) e Escola Superior de Gestão Penitenciária (Esgepen), conta com instrutores nacionais atuantes na área de Inteligência Prisional do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). 

“Eu me inscrevi no curso de inteligência porque é muito importante entender um pouco mais das questões de inteligência para lidar melhor com meu trabalho de classificação e transferência de reeducandos entre os presídios. Eu vi a programação e é excelente, dá pra adquirir um grande conhecimento até o final do curso e ampliar o conhecimento para melhorar o próprio trabalho, já que trabalhamos em conjunto com a Gerência de Inteligência”, explicou o gerente de Inclusão, Classificação e Remoção da Seciju e participante do curso, José Antônio da Silva.

O curso, realizado até sexta-feira, 20, das 8h às 18h, é ofertado para 30 profissionais previamente selecionados, por meio de edital e inscrições online, na última semana. As 30 vagas são destinadas exclusivamente a 19 servidores efetivos dos quadros do Sispen. Além disso, serão destinadas mais 01 vaga para a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP); 01 para a Polícia Militar (PM); 01 para o Corpo de Bombeiros; 01 para a Polícia Federal (PF); 01 para a Polícia Rodoviária (PRF); 01 para Guarda Metropolitana de Palmas; 01 para o Exército Brasileiro; 01 para o Grupo de Autuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Tocantins (Gaeco); e 03 para Sistema Socioeducativo da Seciju.

De acordo com o superintendente do Sispen, Hélio Marques, a capacitação está reunindo profissionais de norte a sul do Estado e auxiliando na integração dos atores que trabalham na área. “É um curso muito bem recebido aqui no Tocantins e, com a abrangência de vagas, está sendo possível reunir e capacitar de forma alinhada os diversos atores que atuam na área de Segurança”, explica.

Ações Específicas

O curso visa apresentar ações específicas da área de inteligência prisional; ampliar o referencial teórico, harmonizando a teoria com a prática; uniformizar os procedimentos e documentos de inteligência no âmbito dos Sistemas Prisionais; otimizar as relações interpessoais, com ênfase no trabalho em equipe; e, vivenciar e aplicar técnicas no desenvolvimento das ações da atividade de inteligência.

Compartilhe esta notícia