Geral 04/12/2018 - 12:57 - William Borges – Governo do Tocantins

Sistema Prisional inicia implantação de programa próprio de gerenciamento da população carcerária

Capacitação no Sistema Hades Capacitação no Sistema Hades - Willian Borges – Governo do Tocantins

O Sistema Penitenciário Prisional do Tocantins (Sispen) começou a implantar nesta semana um novo programa que permitirá o gerenciamento da população carcerária do estado. O programa Hades, em referência a um deus grego, conhecido como primeiro carcereiro, visa o monitoramento de dados, tais como a entrada e a saída de reeducandos, visitas, situações de trabalho, saúde e estudo, assim outras informações que deverão constar em ficha técnica.

De acordo com o agente de Polícia Civil, David Name Muradas, criador do programa, o Hades poderá, inclusive, ser aplicado no Sistema Socioeducativo do Tocantins, onde adolescentes e jovens em conflito com a lei são atendidos.  Neste primeiro momento do processo de implementação do programa, que começa com o Sistema Prisional, está sendo realizado o curso de capacitação para agentes de todas as unidades prisionais.

O curso de capacitação está acontecendo durante essa semana na Academia de Polícia Civil, em Palmas, e tem como instrutor o próprio desenvolvedor do sistema, que garante que o Hades traz como diferencial a facilidade de acesso e a capacidade de funcionar em multiplataformas. “Esse é o primeiro passo para implantar o programa: capacitar multiplicadores que irão alimentar o sistema em suas unidades prisionais, além de ensinar para os colegas como proceder”, explica.

Ainda segundo Muradas, depois disso, já que se trata de um sistema que funciona on-line, “poderá ser alimentado em tempo real pelo computador do cartório da unidade prisional ou mesmo pelo agente que estiver de serviço ou plantão, através de seu celular”, explicou.

A diretora da Cadeia Feminina de Pedro Afonso, Renata Bezerra, aprovou a iniciativa. “Hoje, nós temos vários programas para alimentar, com informações do apenado, mas não há nenhum que atenda exatamente as peculiaridades do Sistema Prisional. Existem coisas específicas que somente um sistema próprio como esse é capaz de cobrir, como as peculiaridades da vida do detento no cumprimento da pena”, reforça.

Compartilhe esta notícia