Geral 30/11/2018 - 14:00 - Flávia Oliveira - Governo do Tocantins

Reeducandas ganham kits de higiene pessoal doados por participantes de Seminário

Kits estão sendo entregues nas unidades prisionais femininas do interior do Estado. Kits estão sendo entregues nas unidades prisionais femininas do interior do Estado. - Flávia Oliveira - Governo do Tocantins

Após doação pelo Conselho Penitenciário do Tocantins, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Diretoria de Políticas e Projetos de Educação do Sistema Prisional (DPPESP), começa nesta sexta-feira, 30, a entrega de kit's de higiene pessoal às unidades prisionais femininas de Babaçulândia, Talismã e Pedro Afonso.

Os kit's são compostos por absorventes e desodorantes roll-on e foram doados por participantes do I Seminário de Políticas Penitenciárias no Brasil e a Gestão Prisional no Tocantins, no momento da inscrição, ocorrido na noite desta quarta-feira, 28.

Foram arrecadados 486 absorventes e 468 desodorantes que estão sendo entregues nas três unidades como forma de auxilio às reeducandas. De acordo com o diretor da DPPESP, Oséias Rego, é importante levar em consideração a situação da mulher privada de liberdade, visto que é uma condição que muitas vezes é negligenciada pela família, pelo cônjuge e até mesmo pelos filhos.

Ainda segundo o diretor, esse cuidado se faz necessário visto que as mulheres privadas de liberdade precisam de uma atenção especial, não somente pela questão da saúde, mas também pela autoestima e a vaidade. “Até mesmo por meio de pequenos gestos, sempre tentamos garantir o mínimo de dignidade a elas. Com base nisso, recebemos as inscrições do Seminário por meio de kits”, conta.

Seminário

O Seminário foi promovido pelo Conselho Penitenciário em parceria com o Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra) em parceria com a Seciju e a Defensoria Pública Estadual (DPE) e contou com palestras seguidas de mesa redonda composta por especialistas na área reunindo mais de 400 pessoas. 

Os palestrantes foram Felipe Athayde Lins de Melo, consultor em Políticas Prisionais do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) da Organização das Nações Unidas (ONU), o secretário de Administração Penitenciária do Maranhão, Murilo Andrade de Oliveira, e o secretário da Cidadania e Justiça do Tocantins, Heber Fidelis.

Compartilhe esta notícia