Geral 11/09/2017 - 16:14 - Tom Lima - Governo do Tocantins

Inscrições para encontro de reintegração social e alternativas penais já estão abertas

Oferta da Educação nas unidades prisionais é uma das várias formas de ressocialização. Oferta da Educação nas unidades prisionais é uma das várias formas de ressocialização. - Nara Moura - Governo do Tocantins

Estão abertas as inscrições para o I Encontro de Políticas de Reintegração e Alternativas Penais do Tocantins, que reunirá diversos especialistas na área para discutir os temas no próximo dia 26 de setembro, em Palmas. O evento acontecerá no auditório da Defensoria Pública do Estado (DPE), a partir das 8 horas. A realização é da Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Diretoria de Políticas para o Sistema Prisional, vinculada ao Sistema Penitenciário do Estado.

As inscrições para os interessados em participar do I Encontro de Políticas de Reintegração e Alternativas Penais do Tocantins, sejam profissionais ou estudantes universitários, estão sendo recebidas por intermédio do site da Seciju (http://cidadaniaejustica.to.gov.br), bastando a pessoa clicar no banner relativo ao evento, que dá acesso ao formulário de inscrição ou pelo link http://inscricao.cidadaniaejustica.to.gov.br/inscricao-eventos-seciju/.

Palestras

Durante o encontro, a coordenadora de Apoio ao Ensino do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Letícia Maranhão, e o coordenador geral de Alternativas Penais do órgão, Talles Andrade de Souza, farão as palestras “Contextualização das Assistências às Pessoas Privadas de Liberdade na Execução Penal” e “Evolução Histórica da Política de Penas e Medidas Alternativas no Brasil”, respectivamente.

Livro

Na ocasião haverá ainda o lançamento do livro “Eye for an eye: um debate sobre prisões”, pelo professor universitário André Luiz Augusto, membro do Comitê Estadual de Educações nas Prisões (Comep–TO), representando a Universidade Federal do Tocantins (UFT.

No encontro, a Diretoria de Políticas para o Sistema Prisional, vinculada ao Sistema Penitenciário do Estado, fará a exposição de trabalhos desenvolvidos por reeducandos, como do projeto de produção de móveis em fibras realizado na Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), entre outros.

Compartilhe esta notícia