Notícias

Ação preventiva evita lançamento de drone na CPPP

19/06/2017 - Tom Lima - Governo do Tocantins

Em uma ação conjunta, envolvendo os serviços de inteligência do Sistema Penitenciário Prisional e da Delegacia Especializada na Repreensão ao Narcotráfico (Denarc), foram presos um homem e duas mulheres adultos e apreendido um adolescente em atitude suspeita, que possivelmente resultaria no lançamento de um drone para a área interna do Núcleo de Custódia e Casa de Prisão Provisória de Palmas (NCCPPP). Foi na noite de sábado, por volta das 21 horas, quando o grupo foi localizado e interceptado, antes de fazer o lançamento do drone, em uma mata que cerca a unidade prisional.

Além do drone, com o grupo foi encontrado aparelhos celulares, drogas e cerras. Todos foram levados para a Central de Flagrantes, onde foi registrada a ocorrência. Os nomes deles não foram divulgados pela Denarc, nem maiores detalhes sobre a operação. O homem foi encaminhado para a NCCPPP e as duas mulheres para a Unidade Prisional Feminina de Palmas (UPF) ainda na madrugada de domingo, 18. O adolescente, que seria quem manusearia o drone, foi liberado após ter sido lavrado um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC), que conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) deve ser aplicado em atos infracionais praticados sem violência ou grave ameaça à pessoa.

Articulação conjunta

Essa ação, segundo a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), pasta responsável pelo Sistema Penitenciário Prisional, mostra que existe toda uma articulação conjunta com outras pastas que compõem o Sistema de Segurança, que estão afinadas na prevenção e na repreensão de práticas infracionais cujo alvo sejam as unidades prisionais. 

 

Compartilhe esta notícia