Geral 09/10/2017 - 18:55 - Ascom Cidadania e Justiça/Governo do Tocantins

Projeto Prevenir inicia agenda de atividades na capital

Apresentação do grupo de Circo Apresentação do grupo de Circo "Os Kaco", no Colégio São José. - Lauane dos Santos/Governo do Tocantins
Secretária Gleidy Braga falou sobre o projeto estar dando oportunidade para nossos jovens. Secretária Gleidy Braga falou sobre o projeto estar dando oportunidade para nossos jovens. - Lauane dos Santos/Governo do Tocantins
Superintendente Junior Américo conversou com os jovens sobre as ações do Projeto AcrediTO na comunidade. Superintendente Junior Américo conversou com os jovens sobre as ações do Projeto AcrediTO na comunidade. - Lauane dos Santos/Governo do Tocantins
Apresentação do grupo de Circo Apresentação do grupo de Circo "Os Kaco", no Colégio São José. - Lauane dos Santos/Governo do Tocantins
Apresentação de Karatê dos alunos da escola São José. Apresentação de Karatê dos alunos da escola São José. - Lauane dos Santos/Governo do Tocantins
Banda de Fanfarra da escola fez um momento especial. Banda de Fanfarra da escola fez um momento especial. - Lauane dos Santos/Governo do Tocantins

A manhã desta segunda-feira, 09, começou animada com apresentações de teatro, dança, e do grupo circense “Os Kaco”, para jovens e estudantes da Arse 112. As atividades aconteceram em conjunto com o Projeto AcrediTO, na quadra esportiva do Colégio São José, e deram início a agenda do Projeto Prevenir, realizado pela Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça, que levará as apresentações do grupo de circo e de teatro que trabalham a temática sobre drogas para mais de 40 municípios tocantinenses até julho de 2018.

“O Colégio São José também é a primeira escola que recebe o Projeto Prevenir, sendo que ainda iremos para mais de 40 municípios, levando essa mensagem de combate ao abuso do álcool e de outras drogas de uma forma irreverente e animada, do jeito que os jovens realmente entendem”, afirmou o superintendente de Ações sobre Drogas e vice-presidente do Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (Conesd-TO), José Américo Júnior.

O superintendente ainda explicou que o Projeto Prevenir também somou forças ao Projeto Acredito e, por isso, fez parte da programação da última semana de atividades desse projeto piloto que pretende ser estendido para outras regiões. “O Projeto AcrediTO tem dado certo porque o Conesd, com o apoio da Secretaria da Cidadania e Justiça e outros 22 órgãos parceiros, entendeu que era necessário unir as ações e levá-las de maneira intensificadas para um bairro, no caso na Arse 122 e 112. Nós trouxemos inúmeros serviços e atividades que já eram realizadas separadamente por cada órgão e hoje podemos ver os frutos”, completou.

Para a secretária da Seciju, Gleidy Braga, é motivo de alegria poder ver ambos os projetos sendo realizados por meio de uma gestão compartilhada e mais dinâmica, resultando em efetividade. “Quando o Júnior Américo me trouxe como proposta um projeto com o viés de acreditar e apostar no indivíduo, trazendo ações que realmente podem transformar a comunidade, me deixou muito feliz. Isso mostra que estamos trabalhando com a ressocialização dos que querem ser recuperados, mas também trabalhamos também com prevenção e com oportunidades de oferecer a nossa juventude educação e cultura, que são políticas fundamentais para o exercício da cidadania, e agora também com o reforço do Projeto Prevenir que irá alcançar todo o Estado”, disse a secretária Gleidy Braga.

Fernanda Mascarenhas, 16 anos, é estudante do Colégio São José e frisou a importância de mostrar para os alunos que as drogas são destrutivas, por meio de apresentações mais joviais. “Eu gostei muito das apresentações, ensina muitas coisas e incentiva a não usar drogas, é algo que precisamos muito. Também está sendo muito motivador ver pessoas falando sobre suas vidas, e falando pra gente como as drogas podem destruir vidas”, frisou.

Além dos grupos de teatro e circo do Projeto Prevenir, os estudantes do próprio Colégio mostraram seus talentos com apresentações de dança, Karatê e fanfarra.

Entenda

O Projeto Prevenir se insere no âmbito Estadual como mais um espaço de debate e envolvimento da sociedade no combate ao uso abusivo de álcool e outras drogas, com objetivo de promover esclarecimentos sobre temas relevantes como gravides na adolescência, evasão escolar, consumo de álcool, tabaco e, principalmente, na prevenção ao uso de Drogas, construindo uma cultura de incentivo a prática esportes, artes e música, além apoiar políticas públicas que garantam efetivamente a afirmação dos direitos dos adolescentes e jovens através de atividades e ações que mobilizem e promovam a participação social.

Foram selecionadas regiões do Estado onde foram identificados maiores problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas e, portanto, a necessidade de fortalecer a política municipal sobre drogas. Dessa forma, o projeto percorrerá cerca de 40 municípios, e efetuará cerca de 50 apresentações de novembro deste ano a julho de 2018.

 

 

Compartilhe esta notícia